DEIXANDO IR..LETTING GO

....
DEIXANDO IR

Refletindo ultimamente a respeito de tudo o que estamos vivendo, consigo chegar a uma conclusão bem clara: Algo terminou. Um ciclo está se completando, seja ele um casamento, uma sociedade, um jeito de fazer, uma fórmula de sucesso. It´s done! E não há nada que possa ser feito a não ser deixa ir.

Mas como deixar ir algo que me ajudou a construir aquilo que sou hoje? Como deixar amigos, parceiros, um relacionamento, como fingir que tudo isso não existiu?

 

Se pensarmos de forma lógica, é simples: Se terminou, algo novo precisa começar. Mas definitivamente não é assim que funciona.

 

Somos seres humanos aprendendo a amar. E a principal ferramenta que temos ao nosso favor são os relacionamentos. Através dos relacionamentos, conseguimos enxergar aspectos mais profundos do nosso “Ser”, porque o outro espelha aquilo que somos, tanto a nossa sombra quanto a nossa luz. E isso faz com que a arte do se relacionar se torne uma incrível aventura da vida, que nos faz sorrir, chorar, sofrer e se alegrar, tudo ao mesmo tempo. E isso torna cada situação especial, porque estamos vivendo a aprendendo.

Portanto, é natural que neste momento, estamos resistindo à mudança. Porque estamos apegados a tudo o que passou. Estamos apegados aos ótimos momentos que passamos juntos e também a nossa tragédia, que durante tanto tempo, foi a música tocada na vitrola.  “Estou sozinho” ou “Isso não é pra mim” ou até mesmo a famosa frase “Eu não consigo”.

Pois é, desapegar dói. Dói de verdade, porque dilacera o falso mundo que criamos para nós, destrói as expectativas que um dia tivemos de que talvez tudo seria para sempre. Felizmente não é assim que a vida se desenrola. Tudo muda e continua mudando e, se prestarmos atenção com mais presença, poderíamos pelo menos nos fazer duas perguntas:

 

Qual será o novo que está querendo chegar em minha vida neste momento? O que estou me negando a aprender que está impedindo este novo de chegar?

 

Para obter esta resposta, alinhe a coluna, respire fundo e, com coragem, se atire no mar da incerteza, porque só a verdadeira experiência é que vai nos trazer esta resposta. Deixemos ir e que venha o novo com fé e amor no coração. 

Vamos juntos!

 Thiago M. Dantas, Co-fundador e sócio da Dharma Academy

..
LETTING GO

Reflecting lately about everything we are experiencing, I come to a very clear conclusion: Something is over. A cycle is being completed, be it a marriage, a society, a way of doing, a formula for success. It's done! And there is nothing that can be done other than letting go.

But how to let go of something that helped me to build what I am today? How to leave friends, partners, a relationship, how to pretend that all this did not exist?

 

 If we think logically, it's simple: If it's over, something new has to start. But that's definitely not the way it works.


We are human beings learning to love. And the main tool we have in our favor are relationships. Through relationships, we can see deeper aspects of our "Being," because the other mirrors what we are, both our shadow and our light. And that makes the art of relating become an incredible adventure of life, which makes us smile, cry, suffer and rejoice, all at the same time. And that makes every situation special because we are living and learning.

Therefore, it is natural that at this time, we are resisting change. Because we are attached to everything that has passed. We are attached to the great moments we spent together and also to our tragedy, which for so long, was the music played on the record player. "I am alone" or "This is not for me" or even the famous sentence "I can not".

Yeah, to detach hurts. It really hurts, because it tears the false world that we created for us, it destroys the expectations that one day we had that perhaps everything would be forever. Fortunately this is not how life unfolds. Everything changes and keeps changing, and if we pay attention with more presence, we could at least ask ourselves two questions: 

 

 What's the new trying to land in my life right now? What am I refusing from learning that is preventing this new from coming?

 

To get this answer, align the spine, take a deep breath and, courageously, throw yourself into the sea of ncertainty, because only the true experience will bring us this answer. That we may Let go and let the new come with faith and love in our hearts. 

Let's go together!

 Thiago M. Dantas, Co-founder and partner of Dharma Academy
....

 

Português
English